Jesus Cristo não tinha um local geográfico definido para o seu trabalho. Circulava pela comunidade, dialogava com as pessoas, curava os enfermos e ensinava, especialmente, sobre a relação entre o Pai e o filho, a Vida e a responsabilidade individual dos próprios atos.
Muitas pessoas se interessam por Jesus e o admiram, mas não conseguem se enquadrar nas atividades religiosas dos ramos cristãos. Mas o Evangelho pode ser o lugar de acolhimento para elas.

Aproximem-se dele, recordando a advertência do Cristo: Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra (Jo, 8:43). Leiam o Evangelho para ter uma visão panorâmica. Mas também façam estudo meditativo de uma passagem, versículo ou palavra.
O que importa não é frequentar um lugar, caso você não se identifique com os cultos e práticas. E sim apropriar-se dos ensinos e trazê-los para a sua vida.

Desse modo, o Evangelho há de lhe proporcionar uma enorme bem-aventurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here